sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Como sobreviver ao 1º ano de faculdade - Passar a todas as cadeiras | B2S#7

Estudantes, falem comigo? Como é que foi a primeira (para alguns a segunda) semana deste novo ano? A minha foi super divertida e agitada (nem parecia que já tinha aulas ehehe).

Hoje trago-vos o segundo capítulo da rubrica: "Como sobreviver ao 1º ano de faculdade". O episódio de hoje é totalmente centrado em como tirar boas notas e te manteres organizado durante a faculdade.
(fiz um post com a minha rotina de estudo na faculdade, caso queiram dar uma vista de olhos fica aqui)

Devo admitir que eu própria ainda não sigo muitas destas dicas por isso o desafio deste ano para mim (e para vocês) é tentar seguir estas dicas ao máximo e acabar com uma boa média no fim do semestre.


Não procastinar
Deve ser das tarefas mais difíceis na faculdade mas é super importante que se mantenham on track. A matéria acumula-se super rápido e se estiverem sempre a adiar os vossos compromissos vão chegar á epoca de exames super stressados e sem tempo nenhum.



Dorme o suficiente
Estudar muito e bem não implica perderes as tuas valiosas horas de sono, antes pelo contrário. Os melhores alunos são aqueles que têm um bom horário de sono e que sabem quais os seus limites e quando têm de descansar.



Aponta todas as datas e deadlines
Num sitio e só num sitio, aponta todas das datas de testes, projetos, trabalhos de casa e avaliações. Esse sitio (que pode ser uma agenda, um calendário ou uma simples folha) vai ser o teu principal plano de organização e se alguma data mudar não te esqueças de atualizar nesse mesmo sitio e não noutro qualquer porque o mais provável é que percas a folha onde escreveste isso ou que nunca mais te lembres.


Tira bons apontamentos
O mau da faculdade é que praticamente que não há livros e os que há são ridiculamente caros, por isso tudo se resume aos ppt que os professores fornecem e aos apontamentos que tiram nas aulas. Oiçam-me por favor: estejam atentos e tirem realmente notas, com as vossas palavras, daqui que acharem que é mais importante. Além disso, se o professor der slides, imprimam nos antes e levem nos para a aula: desta maneira podem tirar notas nas laterais e tornam tudo mais fácil.
Acreditem que se vão arrepender se não escrever tudo o que ouviram numa aula porque depois é praticamente impossível de recuperar essa informação.



Sabe quando estudar em grupo
Estudar em grupo na faculdade pode ser super vantajoso: tiras dúvidas com os teus colegas, falar sobre a matéria, discutir pontos de vista, ect. No entanto, há que saber distinguir as alturas em que deves estudar em grupo e aquelas que deves estudar sozinho.
Para mim, gosto sempre de ir estudando por mim, de modo a organizar-me e a aprender sozinha e depois tiro as duvidas com os meus colegas e fazemos exercícios em conjunto. No dia antes do teste prefiro voltar a estudar sozinha para ter a certeza que já assimilei tudo e fazer uma ultima revisão.



Não tenhas medo de falar com os professores
Um dos meus grandes erros na faculdade foi criar uma distância gigante com os meus professores. Sim, as turmas são gigantes e parece que aquela distância vai sempre existir mas é super benéfico para vocês se forem aos gabinetes deles. Porque? Bem, em primeiro porque eles podem-te tirar todas as dúvidas que tiveres e explicar-te melhor a matéria, depois porque (dependendo do prof) podes entregar projetos mais cedo para uma critica e depois melhorar para teres melhor nota e por fim, o professor fica a conhecer-te melhor o que nunca pode ser uma coisa má.



Faz to do lists
Eu uso esta técnica para praticamente TUDO na minha vida mas "To Do lists" são super práticas porque é uma forma de organizarmos tudo o que temos para fazer e, sempre que riscamos um item sentimo-nos mais motivados para continuar a trabalhar.



Halo Effect
Não sei se alguma vez ouviram falar deste conceito mas: Halo effect, em português, efeito de auréola é um conceito que explica que as primeiras impressões são aquelas que tendem a ficar e a durar mais tempo.
Neste caso, a primeira impressão que um professor tiver de ti é aquela que muito provavelmente te vai acompanhar para o resto do semestre. Mas tu podes tirar partido disto!!
Nas primeiras semanas de aulas ninguém leva a faculdade muito a sério porque ainda não há muita matéria nem testes e há imensas festas. Aproveita esta altura e traz o teu A game!! Senta-te sempre na primeira fila, faz contacto visual com o professor, mostra-te interessado, faz perguntas.
Mesmo que estejas na lua (é melhor não estares ahaha) o professor vai ficar com a ideia que és um excelente aluno e talvez te ajude no final do semestre.



Sabe as %%% de cada cadeira
É muito importante que, dentro de cada cadeira, saibam as percentagens de cada exame, teste e trabalho. Desta forma, sabem sempre em "que pé estão" e se um dos testes vos correr mal vocês sabem exatamente o que fazer para voltar a subir a nota.




A motivação tem de vir de dentro
Se estudas porque tens medo de chumbar ou por pressão dos teus pais o melhor é reconsiderares as tuas prioridades. As épocas de exames são super stressantes e se os teus motivos para estudar são exteriores, mais tarde ou mais cedo vais desistir.
Se, pelo contrário, a tua motivação vem de dentro as coisas vão correr muito melhor porque és TU quem quer ter boas notas ou para ter um bom emprego ou para entrar num bom mestrado, ect.



Percebe em vez de decorar
Na faculdade ensinam-te coisas que vão ser úteis para o resto  da tua vida profissional por isso nunca decorem, tentem antes perceber o porquê das coisas serem assim. Se fizerem isso é muito mais provável que consigam lembrar-se disso daqui a 20 anos.



Qual é a dica que vocês seguem religiosamente?
Como está a correr o ano so far?
Queria aproveitar para dizer um OBRGADA GIGANTE  a toda a gente que comentou o meu último post!! Vocês são incríveis.



Como sobreviver ao primeiro ano de faculdade
Não percam o próximo episódio: Viver sozinho


Posts de Back to School

terça-feira, 19 de setembro de 2017

PODEMOS PARAR COM OS COMENTÁRIOS "BOM POST" ?!?

As duas coisas que mais gosto de fazer enquanto blogger são: pensar e planear posts e ler os comentários que os meus leitores me deixam.
Acho que os comentários são a única forma real de obtermos feedback do outro lado. Aqui não há gostos nem hearts nem retweets. E acho que é por isso que valorizo tanto os comentários.

A melhor parte de publicar um post é esperar pela vossa reação: o que é que eles acharam? Será que lhes foi útil? Foi interessante? Então se for um post que estou particularmente orgulhosa ainda mais entusiasmada fico.

O "senão" disto é quando chego à zona de comentários e me deparo com comentários tipo "Otimo post" ou "Bom post" ou até "Gostei do post". Mas quem ganha mesmo o prémio é o comentário "Obrigada pelo comentário no meu blog". E é só isto que escrevem.

Eu percebo que muitos bloggers tenham imensos comentários para responder e têm pouco tempo para responder a todos. Outros é mesmo por preguiça. O certo é que fico sempre desiludida quando vejo um comentário desses, no meu blog ou em outro qualquer. 
Preferia mil vezes ter um comentário com uma critica negativa (construtiva) do que um "Gostei".
É  certo que esta é uma das maneiras de nós "comunicarmos" e dizermos que gostamos do que lemos mas a verdade é que a maioria das pessoas que comenta este tipo de coisas nem sequer se deu ao trabalho de ler a publicação, e é isso que me deixa triste.

O que eu quero com este post é tentar "sensibilizar-vos" para esta situação: da próxima vez que estiverem a comentar blogs vão para além de dizer que gostaram. Comentem à cerca de algo que a blogger disse, uma experiência pessoal, uma opinião, qualquer coisa que acrescente algum valor àquilo que estão a escrever.

Espero que ninguém tenha ficado ofendido com este post. Mas gostava de ver algumas alterações, afinal de contas a blogosfera é tão pessoal e intima, não a vamos estragar com comentários do tipo "Bom post" pois não?



Qual é a vossa opinião sobre o assunto? Estou super curiosa para saber!! :)

sábado, 16 de setembro de 2017

2 looks to inspire you - Collab!!! | B2S#6

O post de hoje é super especial porque é a primeira collab do blog (yeeeeeeey).
Com a "desculpa" do regresso às aulas juntei-me à minha prima para vos trazer alguns outfits de inspiração para o primeiro dia de aulas.
Aqui vou-vos mostrar dois looks: um meu e outro dela, perfeitos para começarem o ano.
Se quiserem ver os restantes looks e uma oportunidade única de verem as minhas poses akwards em frente a uma câmara (risos) espreitem o vídeo da Diana ;)


Canal Eyelement                                Blog Eyelement



Stay Graphic
O primeiro look é-nos trazido pela Diana. Durante o tempo de aulas só costumo usar calças (são raras as vezes em que uso calções ou saias) por isso um bom par de jeans pretas são essenciais. 
Adoro conjugar outifts com graphic tees porque lhes dá instantaneamente um ar mais retro e vintage. 
Os chapéus foram aquele acessório que descobri recentemente mas que estou a adorar. E este é extra especial pois é da linha do David Dobrik e da Liza Koshy (para quem não conhece são dois youtubers muito conhecidos).
Dependendo do vosso nível de conforto (e regras da escola/faculdade) ou gosto podem sempre optar por pôr a camisola para cima ou para baixo.









Shake it off
Eu optei por algo mais girly. Apesar de o meu estilo variar IMENSO tenho bastante tendência em usar blusas durante o tempo de aulas simplesmente porque são super fáceis e dão logo um ar super put together.
Calças de ganga também são um must para mim claro e uso sapatilhas brancas all year around.
Uma coisa que gosto bastante de fazer é complementar o look com colares muito minimalistas e detalhados e usar carteiras grandes o suficiente para transportar os meus cadernos (dá uma trabalheira andar com os livros todo o dia na mão, nem vos digo nada...)









Qual é o vosso estilo durante as aulas? Extremamente rossolho ou gostam de tentar arranjar-se um bocadinho? ;)
Comentem em que curso estão/têm, adorava saber!!

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

HAUL DE DECORAÇÃO MINIMALISTA | B2S#5

O ano passado só tive oportunidade de decorar as partes fulcrais do meu quarto na universidade: arranjar cama, cobertores, estante para livros, secretária, cadeira, ect. Enfim, só os elementos essenciais para que me sentisse confortável no meu espaço. Este ano vou ter a oportunidade de ter mais atenção aos detalhes e tornar o espaço mais "eu". 
O tema do meu quarto é "industrial meets rustic" e as cores principais são o azul, o preto, o branco e a cor da madeira.

Sempre quis que o meu quarto ficasse o mais minimalista e simples possível. Sabia também que queria acrescentar alguns elementos de pano/sarja para lhe dar alguma textura e adicionar algumas plantas para dar um toque de verde à divisão.
Hoje venho partilhar com vocês as minhas compras que andei a fazer para tentar chegar ao "meu quarto perfeito".


Lojas random de espanha
Quando fui de férias para Salou entrei em imensas lojas de decoração e eles tinham coisas super giras e os preços eram muito simpáticos.


Já andava à procura de um espanta espírito giro  e diferente há anos e quando vi este não resisti: é super delicado e fofinho (e sai um bocadinho do tradicional) e já tenho um lugar por cima da minha cama reservado especialmente para ele.


Também encontrei estas velas super giras e mimosas. Acho que vou pô-las na minha mesinha de cabeceira but not sure yet.


Quando vi estes copos de vidros apaixonei me imediatamente: são super detalhados e delicados e foram apenas 1,5€ cada um!! Além disso podem por lá dentro velas ou mini catos o que acho que vai ficar mesmo bem para o conceito que estou a tentar criar.


Ikea
Fui ao ikea à procura de ideias para fazer uma vanity de maquilhagem para o meu mini quarto mas acabei de sair de lá com coisas completamente diferentes.



Vi este "holder" com várias bolsas cujo principal propósito é para ser usado em arrumação de casa de banho. Confesso que adorei a cor, a forma e o material e, embora ainda não saiba para que é que o vou usar, estou seriamente a ponderar pendurá-lo na parede do meu quarto e usá-lo como storage para a maquilhagem.



Esta jarra foi uma compra meia aleatória admito mas adorei a cor e a forma invulgar dela. Pensei que seria perfeita para colocar uma daquelas folhas, "costelas de adão" que estão super in neste momento.


:DeBorla
Finalmente fui ao :DeBorla ver as novidades e sai de lá com dois itens completamente desnecessários mas que gostei muito (ehehe, lá se vai o minimalismo...)


O primeiro foi este macramê azul acinzentado. É da coleção de crianças mas gostei bastante dele, achei apenas que podia ser mais cheio e farfalhudo por isso talvez lhe acrescente alguns fios de renda ou algo do género.



Finalmente, comprei esta caixa de arrumação com uma vibe muito industrial que é suavizada pela cor azul acinzentada. Acho que vou usá-la para organizar algumas coisas da minha estante de livros.


O que acharam deste haul? Também andam a decorar o vosso quarto para este novo ano?



Como sobreviver ao primeiro ano de faculdade
Não percam o próximo episódio: Passar a todas as cadeiras


Posts de Back to School

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Como sobreviver ao 1º ano de faculdade - A vida social | B2S#4

Em primeiro lugar muitos parabéns a toda a gente que entrou no ensino superior, já podem respirar de alívio. Àqueles que não entraram, não desesperem, há sempre novas oportunidades e tentativas para o voltarem a fazer. Nada está perdido!!

Lembro-me perfeitamente como me senti à um ano: estava super nervosa por iniciar este novo capítulo, não sabia o que esperar e sabia que me ia confrontar com muitos desafios e situações que me iriam tirar completamente da minha zona de conforto.
1 ano depois sinto que aprendi muito com a faculdade (e claro que ainda me falta aprender muito mais), por isso achei por bem criar uma pequena rubrica aqui no blog: "Como sobreviver ao primeiro ano da faculdade"
Esta rubrica terá três capítulos: "Vida social", "Passar a todas as cadeiras", "Viver Sozinho" e "A Praxe".


Vida social
Acho que a vida social na faculdade desempenha um GRANDE PAPEL na vida de qualquer estudante universitário.
Há festas praticamente todas as semanas, muitos de nós vivemos sem os nossos pais, os convites para finos ou jantaradas multiplicam-se a olhos vistos. É uma cultura completamente diferente da do secundário e é preciso saber vive-la bem.


1. Aprende a dizer não
A chegada à faculdade vem com um grande grau de liberdade. Por vezes isto pode ser perigoso se vocês não tiverem auto controlo: tenham atenção aos excessos e saibam dizer NÃO. É preferível ficar em casa a estudar para o exame e depois aproveitar as férias do que ir a recursos. Os convites para saídas vão ser muitos, cabe-vos a vocês fazerem a triagem daquilo que é importante do que é menos importante.
Ninguém vai morrer se vocês faltarem a uma festa ou a um jantar!!



2. Nunca saias sozinho
Isto aplica-se tanto a raparigas como a rapazes: se forem a alguma festa noturna nunca vão sozinhos, muito menos se o ambiente for estranho para vocês!! E ainda mais importante do que não chegar sozinho é não ir embora sozinho.
Certifiquem-se sempre que têm pelo menos uma pessoa com quem voltar a casa: partilhem um taxi/uber, vão de autocarro, duram em casa um do outro mas olhem sempre uns pelos outros.
Perdi a conta das vezes que vi pessoas a terem de ir embora para casa sozinhas ou porque os amigos estavam bebados demais para irem com eles ou eles próprios estavam mal demais para saberem o que estavam a fazer.


3. Não faz mal se não fizeres amigos no primeiro dia
Sempre ouvi dizer "se fizeres um amigo no primeiro dia de aulas, vais ficar bem!".
No primeiro dia de aulas não fiz um único amigo e fiquei arrasada!! Não vou conhecer ninguém!! Vou-me isolar completamente! O que é que eu fiz de mal? Foram tudo pensamentos que me passaram pela cabeça.
A verdade é que não há problema nenhum se não conectares com ninguém logo no primeiro dia, não sintas que falhaste de alguma maneira!! 
A receção dos caloiros é feita precisamente para que conheças as pessoas que vão ser os teus futuros colegas por isso não te preocupes, eventualmente encontrarás pessoas com as quais te identificas.



4. Não mudes por toda a gente ser igual
Vais conhecer imensa gente e se fores de uma cidade diferente da maioria das pessoas (o que aconteceu no meu caso) vais reparar que há muita gente com a mesma maneira de falar, os mesmos hobbies, os mesmos gostos e secalhar tu diferenciaste muito da massa. Deixa dizer te uma coisa: isso é otimo!!! Por favor não tentem mudar quem são para se tentarem enquadrar.
Há imensos alunos numa faculdade e a melhor maneira de se destacarem é serem diferentes de toda a gente.
Não escondam o vosso sotaque, as vossas experiências e os vossos gostos só porque toda a gente vai na direção oposta.


5. Os teus "amigos" da primeira semana não vão durar muito
A verdade é que as amizades da primeira/segunda semana de aulas são tiradas à pressão. Ninguém quer almoçar sozinho ou sentar-se num canto da sala por isso começamos-nos a dar com as primeiras pessoas com as quais tivemos contacto e não queremos largar essa zona de conforto fictícia.
Não se preocupem se não se identificam a 100% com estas pessoas, chances are que no final do semestre só lhe digam olá quando passam pelos corredores. À medida que o tempo passa conseguem ir conhecendo melhor as pessoas e ver de quem gostam mais.



6. Se não queres, não bebes
As festas universitárias são conhecidas por terem muito álcool à mistura mas se não te sentes confortável a beber é simples: diz que não! Ninguém (que se preze)  vai te excluir ou obrigar a beber se tu disseres que não. Repito: não é nada obrigatório beber na faculdade, tu tens sempre a última palavra a dizer.


Estes foram alguns pontos que achei importante falar. Qual é a vossa opinião sobre o assunto?
Gostaram da ideia da rubrica?
© Uma colher de arroz
Maira Gall